Inspira-te com… Clara Costa

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Há já algum tempo que, volta e meia, me apareciam publicações de uma assistente virtual localizada no Funchal, no feed do LinkedIn. Comecei por seguir o seu trabalho pois admirava o posicionamento que assumia e, mais tarde, acabámos por nos conectar.

Quando, na Academia, decidimos avançar com esta rubrica, tive a certeza que seria uma ótima oportunidade para contactar a Clara e para a conhecer um pouco melhor – e assim foi.

Fui logo surpreendida pois se esperava um sotaque madeirense bem me enganei – o que que ouvi foi um sotaque da região norte de Portugal continental, da região de Aveiro!

O que trouxe a Clara à Assistência Virtual foi a sua perseverança, numa situação de desemprego, mas que rapidamente lhe abriu horizontes relativamente a um mundo de oportunidades que até então desconhecia.

Conto que o seu testemunho vos inspire tanto quanto me inspirou a mim.

1. Como surgiu o teu interesse na Assistência Virtual?

Na verdade, eu nunca tinha ouvido falar em Assistência Virtual.

Fiquei desempregada sem estar a contar e isso levou-me a procurar novas oportunidades e perceber que novos caminhos poderia percorrer.

A minha ideia passava por ter o meu próprio negócio, embora ainda não soubesse muito bem qual. Entretanto, numa conversa com um médico que necessitava duma secretária em part-time, achei que poderia fazer esse mesmo trabalho para outros profissionais e com isso, criar o meu próprio negócio.

Afinal, tinha trabalhado toda a minha vida na área de secretariado e comercial. Para além disso, estava já a desempenhar algum trabalho administrativo para algumas entidades de forma pontual.

2. Quais foram os primeiros passos que deste para te tornares AV?

Quando tive a ideia de criar o meu negócio, fui pesquisar à internet e percebi que afinal o que eu
pretendia fazer já existia e que até tinha nome: Assistência Virtual.

Posto isto, fui tirando algumas ideias do que havia no mercado, estruturei tudo e criei o meu plano de negócio.

De seguida, criei o meu site, canal no Youtube, página no Facebook, Instagram e LinKedin para me dar a conhecer.

3. Como chegaste à definição do teu portfólio de serviços?

Primeiro tentei perceber o que mais gostava de fazer, dentro das áreas que já tinha trabalhado.

Esta seleção de serviços era importante para que quando fosse desempenhar o meu trabalho pudesse oferecer um bom serviço, para que o cliente ficasse satisfeito.

Sabendo isto, criei o meu portfólio de serviços, que é sempre ajustável e flexível, claro.

4. Qual é a forma que mais gostas de te relacionar com o teu público?

Sem dúvida alguma, de forma presencial.

Aproveito também as redes sociais, mas sempre que é possível participo em reuniões de networking e de grupos de empreendedores.

Gosto de falar com as pessoas e dar a conhecer assim o meu trabalho para criar confiança com os potenciais clientes.

No entanto, nem sempre é possível ter um contacto direto, já que é uma atividade remota.

5. Qual foi a maior dificuldade e como a ultrapassaste?

Sinto que a maior dificuldade é dar conhecer esta atividade, fazer com que as pessoas se identifiquem e sintam confiança para contratar este tipo de serviços.

Como a ultrapasso? É um desafio, e para isso só mesmo avançando e fazendo a minha parte.

6. O que mudou na tua vida depois de te tornares Assistente Virtual?

Essencialmente poder fazer o meu horário, pois existe uma certa flexibilidade, bem como sair da rotina que tinha antigamente, já que o tipo de trabalho vai variando.

Para além disso, surgem mais oportunidades para conhecer novas pessoas.

7. Um conselho que podes dar a quem está a começar

Para quem está a começar, o conselho seria: não faça se não se identifica com este trabalho e quando fizer, que seja com profissionalismo e seriedade.

Depois, sem dúvida alguma: seja perseverante!

Não desista porque não tem resultados logo à primeira. Tudo demora o seu tempo, por isso alie à perseverança uma boa dose de paciência e boa disposição.

Segue a Clara nestes links:

LinkedIn

The Assistant